Pular para o conte√ļdo principal

Instalando o Windows Subsystem for Linux (WSL) no Windows 10 de forma simples e r√°pida



 E ai meus amigos? Tudo bem com voc√™s?

O Windows Subsystem for Linux, ou também conhecido como WSL, permite a execução de um ambiente Linux, e suas respectivas ferramentas, direto do Windows, sem que seja necessário criar uma máquina virtual ou uma instalação dualboot. Além disso é possível ainda escolher a distribuição do Linux que mais lhe agrada, seja Ubuntu, Kali Linux, Suse ou Debian..

Parece bom né?! Sem muitos rodeios vou mostrar com instalar o WSL 2 no Windows 10.

Primeiramente, abra o PowerShell com privilégios administrativos e digite o comando 'wsl --install'.

A instalação será iniciada e o Ubuntu, que é distribuição padrão do WSL, será baixado e instalado.

Caso deseje outra distribuição é possivel alterar, explicarei como fazer mais abaixo.


Finalizando a instalação do WSL e o download da distribuição, será necessário reiniciar o computador.


A instalação será retomada automaticamente após o computador ser reiniciado.


E logo em seguida a instalação do Ubuntu, também sem necessidade de nenhuma ação.

Assim que finalizar a instalação do Ubuntu será solicitado que você crie uma conta de usuário. O nome de usuário não precisa necessariamente ser igual ao seu usuário do Windows.


Pronto! Temos o WSL instalado e funcionando no nosso computador.

Caso feche o terminal, basta abrir novamente no Menu Iniciar, escolhendo a distribuição instalada, neste caso o Ubuntu.


Caso deseje instalar outra distribui√ß√£o, abre o PowerShell e digite 'wsl -l -o' para listar as distribui√ß√Ķes dispon√≠veis no WSL.

Depois de escolher a distribuição, digite 'wsl --install -d NomeDaDistribuição'.

Conforme prometi, simples e r√°pido. :) 

Espero que tenha sido √ļtil para voc√™. At√© a pr√≥xima!

Postagens mais visitadas deste blog

Listando no Active Directory usu√°rios ativos e inativos com PowerShell

E a√≠ meus amigos! Tudo bem com voc√™s?  Por aqui tudo √≥timo! :) Trago hoje mais um script em PowerShell que me auxiliou muito. Est√°vamos em um call com um fornecedor para adquirir uma solu√ß√£o e essa solu√ß√£o tinha seu valor de licenciamento calculado na quantidade de usu√°rios ativos no Active Directory.  Foi necess√°rio extrair uma lista dos usu√°rios que tivessem feito logon no Active Directory nos √ļltimos 3 meses. Tamb√©m era necess√°rio que fossem contabilizadas somente contas que estivessem habilitadas. A partir da√≠, bolei um script em PowerShell que resolvesse essa necessidade. Basta alterar a vari√°vel ‘ $daysActive ’ para a quantidade de dias que voc√™ precisa. Nesse caso est√° configurado para ‘90’, que s√£o 3 meses. Mas voc√™ pode configurar isso de acordo com a sua necessidade. “Ah cara, muito legal isso, mas eu precisava de um script que listasse os usu√°rios inativos.”  Muito simples! Usa o script abaixo. Ele lista usu√°rios que n√£o tenham se logado h√° mais de 90 dias. Caso precise alte

Guia definitivo para habilitar o SSH no Windows Subsystem for Linux (WSL)

No post anterior, eu mostrei como  instalar o Windows Subsystem for Linux (WSL) no Windows 10 de forma simples e r√°pida . No meu caso uso dois laptops, sendo um deles para laborat√≥rio. Acesso o laptop que uso para laborat√≥rio remotamente. J√° o fazia com o Remote Desktop e agora com a inst√Ęncia do WSL l√° instalada utilizando SSH.  Convenhamos que n√£o √© pratico acessar a m√°quina por RDP para, ent√£o, executar os comandos no Linux. Ent√£o Por isso vou mostrar o passo a passo de como habilitar o SSH no WSL e conectar nela a partir de outros computadores em sua rede. Primeiro vamos rodar um ' sudo apt update ', para atualizar a lista das vers√Ķes dos pacotes dispon√≠veis. Lista de pacotes atualizados, vamos instalar o SSH Server com o comando ' sudo apt install openssh-server '. Finalizado a instala√ß√£o do SSH Server, vamos habilitar o bind na porta 22, editando o 'sshd_config', excutando ' sudo nano /etc/ssh/sshd_config '. Neste exemplo estou utilizando o Nano pa

[Passo a Passo] Instalando o Gradle 7.2 no Windows

  O Gradle √© uma ferramenta de automa√ß√£o de builds conhecida por sua flexibilidade e automa√ß√£o para cria√ß√£o de aplica√ß√Ķes. O processo de build inclui complila√ß√£o e empacotamento do c√≥digo. Al√©m disso o Gradle √© capaz de automatizar builds em variadas linguagens, como Java, Kotlin, Groovy, Scala, Swift e C++.  Ao contr√°rio do Maven e do Ant, que utilizam o XML para configura√ß√£o e constru√ß√£o do build, o Gradle utiliza scripts escritos em Groovy, permitindo o build, testes e deploy em diversas plataformas. Sem mais delongas, vamos seguir com a instala√ß√£o. Antes de come√ßar a instala√ß√£o, o √≥bvio precisa ser dito. Presumo que voc√™ chegou aqui por que j√° desenvolve em Java ou quer desenvolver, ent√£o tem o JRE ou JDK (que traz o JRE) instalado. Caso n√£o tenha o JRE (Java Runtime Environment) instalado, baixe em https://www.java.com/pt-BR/download. Agora vamos baixar o Gradle em https://gradle.org/releases/. O √ļltimo relase no momento desse post √© a 7.2. A op√ß√£o que escolhida, e como a pr√≥pria